VIII encontro de Big Bands da Queima da Fitas Coimbra 2019

Anúncios
Imagem | Publicado em por

Recordação da TAUC no TAGV – 19 de Março de 2019

A TAUC no TAGV com André Granjo! (espectáculo integrado na XXI semana Cultural da UC)

 

Publicado em Divulgação

“Playback: Em Viagem pelos Anos 80”

A Tuna Académica da Universidade de Coimbra convida o público a revisitar temas icónicos da música portuguesa com o concerto “Playback: Em Viagem pelos Anos 80”, que decorrerá no dia 19 de março no Teatro Académico Gil Vicente, pelas 21h30. Percorrendo os caminhos da música pop e rock, sem abandonar os sons característicos da música coimbrã, a Orquestra da TAUC e o Ensemble de Jazz da TAUC saem assim do seu registo habitual para apresentar um espetáculo memorável que inclui temas celebrizados por artistas como Carlos Paião ou Xutos & Pontapés. Os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira do TAGV ou on-line, através da BOL. Este concerto está inserido na 21ª Semana Cultural da Universidade de Coimbra.

Publicado em Divulgação

Tuno ad aeternum

Tuna Académica da Universidade de Coimbra com o maestro Leandro Alves, assinalando os 130 anos, no mesmo local onde aconteceu a estreia da Estudantina Académica de Coimbra de 1888 (fotografia de Armando Duarte).

Vista geral do Salão de São Tomás de Aquino.

No dia 1 de Dezembro de 2018, precisamente 130 anos depois, neste mesmo local (o salão de S. Tomás de Aquino do Seminário Maior de Coimbra), recordámos esse dia em que a Tuna se apresentou oficialmente à Universidade e à cidade. Em 1888 a Estudantina participou num sarau em benefício da “Sociedade Philantropica Academica”; em 2018, a TAUC organizou um concerto solidário a favor da Acreditar – Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro.

Este serão foi o momento escolhido para dar os PARABÉNS À TAUC! 130 anos!!! e para homenagear os nossos Tunos de Todos os Tempos, reconhecendo o trabalho e a dedicação de várias gerações.

Como síntese de uma dessas gerações mais antigas, que ainda hoje partilha connosco as suas experiências e alegrias, e como um extra-ordinário exemplo de dedicação a este organismo, homenageámos o nosso Tuno, o Ex.mo Sr. Prof. Doutor Polybio Serra e Silva, conferindo-lhe o honroso título de Tuno ad aeternum.

Momento da homenagem ao Prof. Doutor Polybio Serrra e Silva, ladeado por Paulo Lopes, Presidente da Direcção da TAUC e Adamo Caetano, Presidente da Mesa da Assembleia Geral (fotografia de Armando Duarte).

Polybio Serra e Silva entrou para a TAUC em 1945, ainda bicho (estudante de liceu), e desde então a sua actividade enquanto tuno e antigo tuno foi, e é, deveras intensa, extensa e frutuosa. Não cabe aqui resumir tudo o que concretizou, por exemplo, enquanto presidente da TAUC nos anos 50, ou como fundador e 1.º presidente da Associação dos Antigos Tunos da UC (AATUC) nos anos 80/90, etc, etc, interessa, isso sim, sublinhar a paixão e o amor que tem por esta casa, o entusiasmo e o orgulho que manifesta quando fala da nossa Tuna Académica da Universida de Coimbra, e o modo como nos inspira e estimula a trabalhar continuamente, incentivando-nos e torcendo para que a TAUC atinja os melhores êxitos.

Momento em que o Prof. Polybio Serra e Silva recebe das mãos do Presidente da Direcção da TAUC, Paulo Lopes, o documento que atesta a sua nomeação como Tuno ad aeternum (fotografia de Armando Duarte).

Com enorme alegria e reconhecimento, a actual geração de Tunos nomeou o Professor Polybio Serra e Silva, Tuno ad aeternum, e ele, ao seu estilo, enviou-nos hoje esta mensagem:

«Prezados Amigos
Muito reconhecido pela vossa lembrança quero rogar-vos que peçam, aos restantes elementos da TAUC, para viverem intensamente tudo o que ela lhes oferece, para poderem, tal como eu, e como diria Raposo Marques, aí virar mais uma gloriosa página do Livro de Ouro da minha vida:

É com enorme prazer,
Do fundo do coração,
Que vos quero agradecer
A honra do galardão.

Com o coração a tremer
Mas a alma mais serena
Hoje venho vos dizer:
-Afinal valeu a pena!

Digo, de forma oportuna,
Que afinal valeu a pena,
Porque a nossa Grande Tuna
Não é uma Tuna pequena.

É grande na execução
E na idade também,
Tendo um grande coração
Que só sabe fazer bem.

Muito grande na ternura,
Sem nunca provocar danos,
Vai mantendo esta postura
Há cento e trinta anos.

E, nesta eternidade,
A Arte que tem presente,
Não rouba a fraternidade
Que faz unir toda a gente.

Sinto-me extasiado
Por subir a tal craveira
E, desta forma, igualado
Ao saudoso Alves Ferreira.

E fica aqui para nós,
Que vale a pena viver,
Mais algum tempo, após
“Tuno ad aeternum” ser!

Com as mais calorosas e amigas saudações túnicas

Polybio
“Tuno ad aeternum”
09/12/2018 »

E pelo Polybio não vai nada, nada, nada?! 🙂 TUDO!!!

E pela TAUC não vai nada, nada, nada?! TUDO!!!

FRA!

A.C.

Publicado em Divulgação

Encerramento das comemorações dos 130 anos da TAUC

No próximo sábado, dia 1 de Dezembro de 2018, a Tuna Académica da Universidade de Coimbra assinala, no Salão de S. Tomás de Aquino do Seminário Maior de Coimbra, os 130 anos decorridos desde a sua primeira apresentação oficial, que aconteceu neste mesmo local no dia 1 de Dezembro de 1888.

No dia 1 de Dezembro de 2017, 129 anos depois, a TAUC apresentou-se na Sala do Senado da Universidade de Coimbra (antiga sala docel dos Paços das Escholas), com o propósito de marcar simbolicamente o arranque de 1 ano de comemorações, a caminho de completar os seus 130 anos de existência.

Neste período de 1 ano, e no decorrer dos eventos integrados nestas comemorações, aconteceram vários momentos dignos de registo, dos quais destacamos:
– no dia 1 de Dezembro de 2017: a evocação da Estudantina Conimbricense de 1888 na Sala do Senado da Universidade de Coimbra

– no dia 29 de Janeiro de 2018: a publicação do documento-fotografia da Estudantina Académica de Coimbra de 9 de Dezembro de 1888, com os nomes completos dos seus integrantes.

– no dia 17 de Fevereiro de 2018: a homenagem ao primeiro maestro da TAUC, o Dr. Simões Barbas, em Elvas, a sua terra Natal, e o reencontro, com objectos de inestimável valor para a História da TAUC, proporcionado pelos seus descentes

– no dia 14 de Março de 2018, no TAGV: a estreia da peça encomendada pela TAUC para assinalar estes 130 anos, “Coimbra, estás no meu coração” de Pedro Macedo Camacho

– no dia 25 de Maio de 2018: a publicação, sob a forma de inteiro postal, da fotografia da Estudantina de Coimbra de 1887/1888, redescoberta em 2016 pela malta do Arquivo Digital da TAUC em contacto estreito com um neto de Izidoro Rico (um dos tunos de 1888)

– no dia 25 de Maio de 2018: a estreia do Grupo de Metais da TAUC

– no dia 18 de Novembro de 2018: o «II Encontro de Orquestras Académicas» desta vez com a TAUC guindada a Orquestra Académica da Universidade de Coimbra 🙂 e com a Orquestra Universitária de Santiago de Compostela, estabelecendo pontes entre o passado e o presente.

2017/2018 foi um ano lectivo-artístico preenchidíssimo, que passo mentalmente em revista, e aproveito ainda para relembrar, en passant,  a divertida digressão ao Alentejo, as participações na Semana Cultura da UC e na Queima da Fitas, o VII Encontro de Big Bands, a fotografia da praxe, o jantar de gala do aniversário da TAUC, o lançamento do livro do José Paulo Soares, as significativas obras de melhoramento nas salas de ensaios e de direcção, etc, etc, etc, …

Como o tempo passa veloz !!! …  já vamos no 7.º concerto da OAUC! Esse sonho antigo tornado realidade, que torna ainda maior a nossa querida e simpatiquíssima TUNA ACADÉMICA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA. Aqui Vos deixo um humilde mas sincero agradecimento a Todos os que acreditaram, a Todos os que o tornaram possível e a TODOS os que o sustentam: aos elementos das direcções da TAUC de 2015/2016 e seguintes (Filipe, Marina, Peres, Daniel e muitos mais); à Reitoria da UC com João Gabriel e Clara Almeida Santos; aos maestros André Granjo e Leandro Alves; a todos os músicos que participam e às suas famílias, dando o seu tempo e recursos, o seu conhecimento, o seu entusiasmo, e ajudando a suportar todo este esforço; sem esquecer também o apoio do Conservatório de Música de Coimbra, da Banda do Troviscal, etc, …

Caríssimos Tunos de Todos os Tempos, venham celebrar os 130 anos da TAUC no dia 1 de Dezembro de 2018, participando neste concerto solidário, cujo produto reverte para a Acreditar Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro.

e, já agora, podemos aproveitar para marcar o arranque das comemorações dos 131 anos da TAUC!!! 🙂

A.C.

Publicado em Divulgação | 1 Comentário

Tuna Académica realiza «II Encontro de Orquestras Académicas»

Depois da 1.ª edição em 2015, o evento regressa com dois dias de programação e com a Orquestra da Universidade de Santiago de Compostela como convidada.
A iniciativa insere-se nas comemorações dos 130 anos da TAUC.
Publicado em Divulgação

Jorge Condorcet assinala 75 anos de sócio da Académica de Coimbra

O nosso estimado Tuno TT, Jorge Condorcet dos Reis Pais Mamede, mereceu esta distinção da Académica de Coimbra, no momento em que assinala 75 anos como sócio.

Daqui o saudamos e lhe enviamos um grande bem-haja pela sua dedicação à vida cultural e desportiva da Academia de Coimbra.

 

Diário As Beiras, 13 de Setembro de 2018. A notícia tem uma gafe: onde referem 1967 deveria estar 1937. Jorge Condordet nasceu em 1933 (a 16 de Setembro) e portanto o seu avô começou a levá-lo aos jogos com 4 anos, em 1937.

 

Publicado em Divulgação