Orquestra Académica da Universidade de Coimbra (OAUC)

OAUC - Marca pretoA Orquestra Académica da Universidade de Coimbra (OAUC) tem como principal objetivo proporcionar a estudantes, ex-estudantes, docentes, funcionários não docentes e futuros alunos da UC um espaço de execução de música sinfónica amadora de elevada qualidade. A OAUC terá uma atividade regular durante o ano letivo com uma média de 2-4 concertos previstos por ano inseridos nas festividades da UC e da região Centro.

OAUC no Facebook!

oauc_tagv2

Sob a direcção de André Granjo, a OAUC estreou-se no dia 25 de Setembro de 2016 no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), com o seguinte

PROGRAMA

Hino Académico da Universidade de Coimbra (1853) – José Christiano O’Neill de Medeiros (1826-1906)

Abertura Sinfónica No. 3, Op. 21 (1954) – Joly Braga Santos (1924-1988)

Concerto para Trompete e Orquestra de Cordas (2007/2015) – Sérgio Azevedo (n.1968)
– Alla Marcia
– Chorale – adagissimo / Cadência
– Festivo

Solista: Luís Granjo

Suite Medieval (1958) – Frederico de Freitas (1902-1980)
– Bailia
– Cantar de Amigo
– Jogralesca

Maestro: Leandro Alves

Suite do Bailado “Alfama” (1956) – Joly Braga Santos (1924-1988)
– Introdução
– “Pas de Trois”
– Dança dos rapazes e raparigas que enchem o largo

Suite Alentejana No. 1: Fandango (1917) – Luís de Freitas Branco (1890-1955)

oauc_tagv

Excerto da folha de sala do concerto:

«A ideia de uma orquestra de carácter sinfónico diretamente relacionada com a Universidade de Coimbra (UC) não é recente nem espontânea. No entanto, é em junho do presente ano, com o conjugar de vontades e trabalhos entre a UC e a Tuna Académica da Universidade de Coimbra (TAUC), que se oficializa a formação da Orquestra Académica da Universidade de Coimbra (OAUC), juntando hoje em palco cerca de 60 elementos da comunidade académica de Coimbra, desde estudantes pré-universitários a antigos alunos da UC. Desvendamos aqui o tronco de uma Orquestra que se espera ser um marco tanto na música amadora erudita como na cultural estudantil não só a nível regional mas também a nível nacional, representando a Universidade de Coimbra, a Tuna e os Estudantes nas suas atuações.
Após uma semana de intensivo trabalho formativo e de ensaio, a OAUC estreia-se com um programa composto apenas por obras de compositores portugueses, nomeadamente de Coimbra, vincando assim a relação da Orquestra com o espaço onde se encontra inserida e a sua máxima de valorizar o que é “da casa”.
Acolhemos, assim, todos os músicos da OAUC na antiga e histórica família da TAUC para que a Orquestra Académica da Universidade de Coimbra se faça ouvir em incontáveis palcos ao longo das próximas décadas.»

Direcção da TAUC, Coimbra 25 de Setembro de 2016

oauc_sala_taucOs músicos na sala de ensaios da TAUC. Os elementos da Comissão Organizadora da OAUC (sentados, da esquerda para a direita): Ricardo Peres, Filipe Chichorro, Marina Ferreira, Inês Pereira, Daniel Chichorro e Ricardo Neves.

Para ouvir, aqui  ficam alguns registos do concerto:

Abertura Sinfónica N.º 3, Op. 21 (1954) – Joly Braga Santos (1924-1988)


Concerto para Trompete e Orquestra de Cordas (2007/2015) – Sérgio Azevedo (n.1968)
– Alla Marcia
– Chorale – adagissimo / Cadência
– Festivo

Solista: Luís Filipe Granjo


«Dança dos rapazes e raparigas que enchem o largo» da Suite do Bailado “Alfama” (1956) – Joly Braga Santos (1924-1988)


Fandango da Suite Alentejana N.º 1 de Luís de Freitas Branco (1890-1955)


Suite Medieval (1958) – Frederico de Freitas (1902-1980)
– Bailia
– Cantar de Amigo
– Jogralesca

Maestro: Leandro Alves

 

Fotografias e vídeos Adamo Caetano. Captação e edição de som André Granjo.